Publicidades

27/12/2017 | 05:25 | Saúde

Criança de Nova Ramada morre com suspeita de Gripe A, no hospital de Santo Augusto

A Secretaria de Saúde de Nova Ramada aguarda os resultados dos exames que vão apontar a causa da morte

Rádio Querência


Uma menina de 5 anos moradora do município de Nova Ramada morreu, no sábado, 23, logo após dar entrada no Hospital Bom Pastor de Santo Augusto, com suspeita de Gripe A. Dois irmãos dela também estão hospitalizados. 


Em nota, a casa de saúde de Santo Augusto informou que a paciente, de iniciais S.R.K, de 5 anos e 9 meses, deu entrada por volta da 01h27min, do dia 23, com infecção gravíssima, hipótese de diagnostico de Gripe A, ou alguma bactéria muito violenta. 


Ainda conforme a nota, a equipe médica tomou todas as medidas, mas não foi possível combater o avanço da infecção devido ao quadro fulminante e irreversível, não responder ao tratamento. O hospital informou ainda que chegou a acionar a Central de Leitos do Estado,tendo conseguido vaga na UTI de Canoas, com transporte via aéreo, porém, dada a rápida evolução da infecção e agravamento do quadro clínico, com suspeita de Síndrome da Angústia Respiratória do Aguda (SARA), a mesma veio a falecer.  


A irmã menor (S. K.) de 1 ano e 2 meses, com diagnóstico de pneumonia, foi transferida para o Hospital Vida e Saúde de Santa Rosa, e o irmão mais velho (V.L.K.) de 7 anos e 9 meses, encontra-se hospitalizado no Hospital Bom Pastor de Santo Augusto, com estado clínico estável, em isolamento. Ambos, segundo a nota, não tem relação com o diagnóstico do quadro que levou à óbito a irmã de 5 anos.


O Secretário de Saúde do Município de Nova Ramada, Joceli Fernandes dos Santos, disse que, na quinta-feira, 21, ambas as irmãs procuraram atendimento na unidade básica de saúde de Nova Ramada,  com sintomas de um pequeno resfriado,  que foram atendidas e liberadas pela médica da Secretaria Municipal de Saúde. Na sexta ?feira, a irmã mais nova, que esta internada em Santa Rosa, apresentou piora e foi levada para o Hospital Bom Pastor em Santo Augusto, onde ficou internada. Na madrugada de sábado, a menina de cinco anos que estava em casa começou a passar mal e quando chegou ao hospital o quadro se agravou muito e não foi possível reverter.  


Jocelino disse ainda que a secretaria já recomendou o uso do antiviral Tamiflu às pessoas que tiveram contato com a família, e que espera o resultado dos exames para saber ao certo se realmente é o vírus da gripe A. O Secretário salientou que todos, inclusive os médicos, ficaram surpresos com a rapidez da piora do quadro clínico ? ?foi fulminante? disse ele. 


Para o médico Florisbaldo Polo, que atendeu a criança, a piora do quadro clínico foi algo que ele nunca tinha visto ao longo de sua profissão. ? ?a cada minuto ela piorava e todos os procedimentos cabíveis para a situação não respondiam. Mesmo que ela estivesse em uma UTI, seria muito difícil sobreviver. A infecção era muito forte?.


Abaixo, a nota, na íntegra, divulgada pela Direção do Hospital Bom Pastor;


Associação Hospitalar Bom Pastor de Santo Augusto


Esclarecimento


A paciente S. R. K., de 5 anos e 9 meses de idade, residente em Nova Ramada, deu entrada no Hospital Bom Pastor de Santo Augusto à 01h27min da madrugada, com infecção gravíssima, hipótese com diagnóstico de Gripe A ou bactéria muito violenta, vindo a óbito às 4h 10min.


Todas as medidas foram tomadas pela equipe médica e de enfermagem, mas não combateram o avanço da infecção devido ao quadro fulminante e irreversível, não respondendo ao tratamento. Foi acionada a Central de Leitos do Estado, com vaga para ser transferida para a UTI de Canoas, com transporte via aéreo, porém dada a rápida evolução da infecção e agravamento do quadro clínico, com suspeita de Síndrome da Angústia Respiratória do Aguda (SARA), a mesma veio a óbito.


A irmã menor (S. K.) de 1 ano e 2 meses, com diagnóstico de pneumonia, foi transferida para o Hospital Vida e Saúde de Santa Rosa em leito clínico/pediátrico e, após dada a vaga, foi para a UTI Neo-pediátrica. A mesma está com quadro estável em sua saúde, não havendo relação com o diagnóstico acometido pela irmã de 5 anos.


O irmão mais velho (V.L.K.) de 7 anos e 9 meses, encontra-se hospitalizado no Hospital Bom Pastor de Santo Augusto, com estado estável, em isolamento, também com as medidas de prevenção dada a situação. Também não há relação com o diagnóstico do quadro que levou à óbito sua irmã.

Fonte: Rádio Querência

Mais notícias desta categoria

Publicidades


Mario Junior designer