Publicidades

25/01/2018 | 05:22 | Esporte

Inter perde para o Caxias no Centenário

Equipe grená segue com 100% no Gauchão, enquanto Colorado sofre o primeiro revés no campeonato

Caxias chegou aos nove pontos no Gauchão (Felipe Nyland / Agencia RBS)


No jogo dos líderes, do melhor ataque contra a melhor defesa, deu ataque. O Caxias, com 10 gols em três jogos, bateu o Inter no Estádio Centenário por 2 a 1, e assumiu a liderança do Gauchão. Em um jogo parelho, o time de Luiz Carlos Winck fez um segundo tempo superior, ganhou a partida ao final, e se manteve com 100% de aproveitamento no Estadual. No sábado, mesmo sob a pressão da primeira derrota, Odair Hellmann deverá mandar um time reserva a campo contra o Avenida, no Beira-Rio. 


Apesar de todo o entusiasmo do Caxias, o primeiro tempo foi de um maior domínio colorado. Bem postado em campo, o time de Odair Hellmann comandou as ações - apesar de um susto logo a dois minutos, quando Nicolas por pouco não abriu o placar. Com avanços insinuantes principalmente pela esquerda, com o lateral Iago se afirmando mais a cada jogo, o Inter transformou a vida da defesa caxiense em um drama constante. 


Apesar desse domínio territorial, o ataque colorado mostrou grande dificuldade em concluir. Pottker e Leandro Damião ficaram no "quase". Pottker, na pequena área, perdeu a disputa para Laércio no momento de marcar, enquanto que Damião chegou atrasado, de carrinho, em outro lance na pequena área. Rodrigo Dourado, da entrada da área, bateu perto do gol. 


Foram muitas chances desperdiçadas pelo Inter até que, aos 35 minutos, um cruzamento do Caxias reavivou uma das máximas do futebol: quem não faz, leva. O Caxias, em uma das raras investidas à área adversária, teve Julinho cruzando. No lance, Laércio e Victor Cuesta saltaram, a bola raspou de leve entre os dois e seguiu cruzando a área até se encontrar com Gabriel Dias. A bola desviou no volante, tirando qualquer chance de defesa do goleiro Danilo Fernandes. 


Mesmo com o gol contra, o Inter se manteve firme em campo. E seguiu atacando. Aos 41 minutos, D'Alessandro recebeu na intermediária e ergueu a bola com perfeição para Damião, que deu um passe de cabeça para William Pottker bater com violência no canto direito: 1 a 1. 


O empate colorado tornou o jogo mais tenso. Ao encerrar o primeiro tempo, o árbitro David Baquini impediu que o Caxias cobrasse uma falta quase no meio-campo. Foi o que bastou para ser cercado pelos jogadores da casa, com um certo exagero na reclamação. 


No segundo tempo, o Caxias retomou o jogo com uma maior agressividade no ataque. Luiz Carlos Winck percebeu que, apesar da boa atuação colorada, podia vencer. E foi para cima. Com o maior poderio ofensivo dos donos da casa, o Inter não conseguiu avançar como na etapa inicial. As chances de gol rarearam e apenas um chute fraco de Pottker ao gol foi dado pelo Inter até os 24 minutos. No lance seguinte, porém, Pottker recebeu lançamento de Edenilson, na pequena área, e bateu mal, para fora.


Com o jogo indefinido até o final, os dois times se arriscaram ao ataque, mas sem grandes oportunidades. Até os 39 minutos, quando a ousadia do Caxias deu certo. Daniel Cruz mandou para a área, onde Alex Willian entrava para fazer o gol da vitória, se mantendo na liderança do campeonato, após a queda de rendimentos do Inter no segundo tempo. 

Fonte: Gaúcha ZH

Mais notícias desta categoria

Publicidades


Mario Junior designer