Publicidades

28/01/2018 | 19:19 | Esporte

Grêmio perde para o São José e segue sem vencer no Gauchão

Equipe do técnico César Bueno levou 2 a 0

São José garantiu o resultado no segundo tempo da partida (André Ávila / Agencia RBS)


O time de transição do Grêmio se despediu do Gauchão sem obter uma vitória sequer. Neste domingo, perdeu por 2 a 0 para o São José, gols de Everton Alemão e Rafael Goiano. A campanha é preocupante, já que o time somou apenas um ponto em 12 disputados e está na zona do rebaixamento. Agora, a missão de chegar aos 14 pontos para se classificar para a próxima fase será dos titulares, que farão sua estreia no sábado, contra o Cruzeiro, na Arena.


Sob forte calor no sintético Passo D'Areia, a garotada da transição entrou em campo mais reforçada de cascudos para buscar a primeira vitória no Gauchão. O técnico César Bueno escalou o lateral-esquerdo Leonardo e o atacante Alisson para dar mais experiência ao time.


A iniciativa foi do Grêmio, mas a maior velocidade da bola no gramado prejudicava o acabamento das jogadas. A primeira chance mais clara foi aos 10 minutos, quando Alisson tocou para Lima, que concluiu ao lado do gol de Fábio. Aos 13, outra chance saiu dos pés de Alisson, que cobrou falta na área e Balbino cabeceou para a defesa do goleiro do São José.


Apesar da maior posse de bola, o Grêmio tinha dificuldades para superar a boa marcação adversária. Sem parada de reidratação e para que os jogadores pudessem refrescar os pés nos habituais baldes de gelo, o ritmo do jogo caiu. Ainda assim, reservou lances de perigo, como aos 27, quando Madson foi até a linha de fundo e cruzou para Lima finalizar em cima de Fábio. 


O São José respondeu aos 29. Após escanteio cobrado por Felipe Guedes, a bola sobrou para Bruno Jesus, que concluiu de calcanhar e obrigou Bruno Grassi a fazer uma defesa difícil. No contra-ataque, Grassi tentou achar Pepê. E conseguiu. Mas graças ao goleiro Fábio, que errou a saída do gol e entregou a bola ao meia gremista, que arriscou chute afastado de cabeça por Rafael Goiano.


Antes do intervalo, o Grêmio contestaria um recuo de bola dentro da área de Dudu ao goleiro Fábio. Mas a arbitragem nada marcou.


No segundo tempo, o calor diminuiu e os dois times mostraram mais vigor. A primeira chegada foi do Grêmio, aos dois minutos, quando Balbino lançou Pepê na área, que chutou para fora. Aos 10, o São José tentou responder com Felipe Guedes, mas Lima bloqueou o chute.


A partir daí, a chuva apertou no Passo D'Areia, o que deixou a grama sintética mais escorregadia. O Grêmio seguia sem jogadas de aproximação e viu o São José começar a crescer na partida. Aos 19, o Zequinha puxou contra-ataque em velocidade com Totô, que achou Kelvin livre na área para acertar o travessão de Bruno Grassi. 


Aos 30, o São José teve falta marcada na entrada da área. E o volante Everton Alemão mandou um chute forte, rasteiro, que explodiu na barreira e tirou qualquer chance de defesa para Grassi: 1 a 0.


Demorou quatro minutos para o São José ampliar. E, mais uma vez, a defesa do time de transição do Grêmio mostrou fragilidade. Foi quando Canhoto avançou livre pela direita e cruzou na área. O zagueiro Mendonça tentou afastar e furou. Seu parceiro Paulo Miranda olhou a jogada sem se mexer. Como resultado, Rafael Goiano apareceu com liberdade para ampliar.


O técnico César Bueno ainda tentou colocar Dionathã no lugar de Lima para buscar alguma reação. Mas foi em vão. O São José superou, com autoridade, o time de transição do Grêmio.

Fonte: Gaúcha ZH

Mais notícias desta categoria

Publicidades


Mario Junior designer