Publicidades

18/02/2018 | 19:40 | Esporte

Inter e São Paulo-RG empatam em 0 a 0 no Aldo Dapuzzo

Time de Odair Hellmann segue na liderança provisória do Gauchão

Mateus Bruxel / Agência RBS


Inter e São Paulo-RG empataram em tudo no confronto deste domingo, no Estádio Aldo Dapuzzo, em Rio Grande. As duas equipes deixaram o placar em 0 a 0, ambas tiveram chance de marcar diante do goleiro adversário, mas desperdiçaram e, acima de tudo, os dois times jogaram pouco futebol. 


O primeiro tempo foi uma sucessão interminável de chutões e passes errados. A segunda etapa apresentou mais jogadas e conclusões a gol, mas não o suficiente para balançar as redes. Com o resultado, o Inter segue na liderança com 16 pontos, ao lado do Brasil-Pel, mas com um jogo a mais.


A partida já começou truncada, mascada, com o São Paulo tentando ir ao ataque com muita disposição e pouco futebol. O Colorado resistia sem grande dificuldade, mas também com pouca vocação para o toque de bola — o repatriado zagueiro Rodrigo Moledo rebatia bolas à base de cabeçadas e chutões mesmo quando não havia necessidade. Na primeira vez em que o Inter chegou com mais lucidez à frente, passados mais de 10 minutos, por meio de um cruzamento de Ruan, o volante Charles chutou feito Moledo: mandou para longe.


O primeiro chute no gol, já com quase 20 minutos, foi do time da casa. A bola sobrou para o atacante Brandão, que concluiu fraco para defesa de Marcelo Lomba — que será o goleiro titular até Danilo Fernandes se recuperar de lesão. O Colorado não conseguia trocar passes ou contar com lances individuais para se aproximar da meta adversária. Como resultado, o jogo se resumia a um bate-rebate entre as equipes no meio de campo.


Aos 33 do primeiro tempo, a ineficiência vermelha quase resultou em gol para os donos da casa. Moledo cabeceou uma bola todo desajeitado e cedeu escanteio. Na cobrança, Lomba só assistiu a bola cruzar a pequena área. O zagueiro Pedro acertou o travessão, e Uendel deu mais um chutão em uma tarde de muitos bicos para aliviar o perigo. 


O susto pareceu pareceu ter mexido com os brios colorados. Em seguida, o Inter conseguiu trocar mais do que três passes e também chegou perto do gol. Camilo tocou para Roger dentro da grande área, que nem chutou para o gol, nem cruzou para Juan Alano, que entrava livre. A bola passou pela pequena área e saiu.


O goleiro do São Paulo se limitou a assistir à partida até o começo do segundo tempo. Aos seis minutos do segundo tempo, Nico López conseguiu emendar um bom chute da entrada da área para Nicolas espalmar. Era um indício de que a etapa complementar poderia ser menos tediosa, o que se confirmou. 


As duas equipes tiveram chance de marcar cara a cara com o goleiro: aos 25, Lomba defendeu chute de Thiago Silva e, aos 31, foi a vez de Nicolas salvar conclusão de Gabriel Dias dentro da área. No final, Marcinho teve outra chance frente a frente com o goleiro do São Paulo — que protagonizou outro milagre e garantiu o empate.

Fonte: Gaúcha ZH

Mais notícias desta categoria

Publicidades


Mario Junior designer