Publicidades

27/02/2018 | 21:49 | Esporte

Grêmio sai na frente, mas cede empate ao Defensor na estreia na Libertadores

Maicon marcou o gol gremista, mas Maulella empatou para os uruguaios

Maicon domina a bola diante da marcação (LUCAS UEBEL / GREMIO FBPA)


O Grêmio iniciou a caminhada em busca do tetra da Libertadores com um empate em 1 a 1 contra o Defensor, na noite desta terça-feira (27), em Montevidéu. Depois de abrir o placar com Maicon, foi vazado pelo zagueiro Maulella em lance de bola aérea. Agora, o time de Renato volta suas atenções ao Gauchão para o jogo de domingo, contra o Juventude.


No acanhado estádio Luis Franzini, o técnico Renato manteve a coerência e escalou o time com Cícero como homem mais avançado no ataque. O clube gaúcho também estreava seu uniforme 2018. E os jogadores tiveram que suar a nova camisa para tentar furar o bloqueio que o Defensor fazia à frente da área, com uma linha de cinco atletas. Com a posse da bola, o Grêmio rodava com passes de um lado a outro, mas não encontrava brechas no time uruguaio. Assim, passou a investir em arremates. E foi o que Jailson e Everton fizeram, mas sem perigo ao goleiro Reyes.


Resguardado, o Defensor apostava em contra-ataques. E, aos sete minutos, Rivero arriscou da intermediária para defesa de Grohe. Os uruguaios chegaram com mais força aos 14, quando Castro cruzou da direita e achou Cougo, que surgiu às costas de Madson, ingressou na área e concluiu perto da trave gremista.


Aos 17, o Grêmio teve sua primeira chegada mais contundente. Foi quando Madson foi acionado pela direita e cruzou para Cícero, que por centímetros não alcançou a bola antes do goleiro Reyes.


Aos 36, o Grêmio tentou nova chegada. Depois de girar a bola na intermediária, Ramiro foi acionado dentro da área e tentou a conclusão, mas o chute saiu sem força, para fácil defesa de Reyes. Antes do intervalo, o Defensor ainda teve chance aos 45, com Castro, que avançou pela esquerda e chutou ao lado do gol.


Sem mudanças no segundo tempo, o Grêmio voltou com uma postura mais agressiva. E teve boa chance aos cinco minutos, em cobrança de falta de Cícero no meio do gol, que exigiu boa dose de atenção ao goleiro Reyes para fazer a defesa. Aos sete, em arrancada de Luan ao ataque, o camisa 7 serviu Madson, que ingressou na área em velocidade e concluiu por cima.


O Defensor respondeu aos 10 minutos, aproveitando erro de Geromel. Após tentar arrancada e ser desarmado, o zagueiro deu origem ao contra-ataque do time uruguaio com Cougo, que avançou até a entrada da área e concluiu com perigo, obrigando Grohe a espalmar o chute pela linha de fundo.


Para tentar superar o bloqueio do Defensor, Renato apostou na entrada de Alisson no lugar de Madson, recuando Ramiro para a lateral. Assim, o Grêmio teve mais velocidade para chegar à frente, tendo boa chance com Everton, aos 23, cruzando para Cícero, que quase alcançou a bola para o cabeceio. 


Depois, foi a vez de Jael ingressar na vaga de Jailson. E aos 27, em ótima chance, Alisson arriscou da intermediária para boa defesa de Reyes. No lance seguinte, foi a vez de Cícero fazer o mesmo, para mais uma intervenção do goleiro do Defensor. 


A pressão do Grêmio surtiu efeito só aos 35 minutos do segundo tempo. Foi quando Maicon, em belo lance, deu uma cavadinha na área para Everton, que tentou bater de chapa e foi interceptado pela zaga. No rebote, o capitão encheu o pé para concluir ao fundo do gol. Mas nem deu para comemorar. Aos 39, após cobrança de escanteio, o zagueiro Maulella, do Defensor, cabeceou livre na área e empatou o placar, para frustração da torcida gremista.

Fonte: Gaúcha ZH

Mais notícias desta categoria

Publicidades


Mario Junior designer