Publicidades

08/03/2018 | 06:01 | Esporte

Com gol de Maicon, Grêmio vence São Paulo-RG por 1 a 0

Único gol da partida foi marcado de pênalti, aos 23 minutos da segunda etapa

Mateus Bruxel / Agencia RBS


Com algum sofrimento, o Grêmio fez a lição de casa e encaminhou vaga nas quartas de final do Gauchão. A vitória por 1 a 0 sobre o São Paulo-RG, gol de Maicon, na noite de quarta-feira, na Arena, levou o time de Renato aos 13 pontos na tabela. Se o Juventude não vencer o São José nesta quinta, a equipe estará matematicamente classificada à proxima fase.


Antes de a bola rolar, o técnico Renato surpreendeu ao anunciar a escalação. O lateral-direito Madson, por conta de uma amigdalite, foi vetado pelo departamento médico e deu lugar a Léo Gomes. Na frente, Hernane Brocador, iniciando sua primeira partida como titular no clube, era a grande novidade.O centroavante, que ocupava a vaga do suspenso Jael, tentava mostrar serviço. No primeiro minuto, arrancou sobre a zaga do São Paulo, invadiu a área e concluiu para a defesa do goleiro Nicolas. 


Aos cinco, o Brocador apareceu novamente, tabelando com Léo Gomes e deixando o rebote para Ramiro, que arriscou por cima.Com a posse de bola, o Grêmio empurrava o São Paulo para seu campo defensivo e tentava aproveitar os espaços às costas dos laterais do time de Rio Grande com arrancadas de Léo Gomes e Cortez. Pela esquerda, aos 10, Everton obteve vantagem sobre a marcação, puxou a bola para o meio e concluiu para a defesa de Nicolas. 


Aos 16, o Grêmio chegou novamente com o Cebolinha. Em bela jogada, Maicon achou o atacante dentro da área, que concluiu em cima do zagueiro Pedro Lima.Sem sucesso com a bola no pé, o Grêmio quase abriu o placar em lance de bola parada. Aos 23, Ramiro cobrou falta da intermediária e por centímetros não acertou ou ângulo de Nicolas. O meia também teve outra chance aos 35, mandando outro chute forte, este defendido com dificuldade pelo goleiro do São Paulo.


O Grêmio ainda teria mais duas chances antes do intervalo. Mas, por pecar na qualidade das conclusões, não conseguiu abrir o placar. Aos 36, Geromel cruzou para Jailson, que cabeceou para fora. Depois, aos 41, foi a vez de Everton levantar para Cícero, que também testou a bola longe do gol.No intervalo, Renato colocou Alisson na vaga de Jailson e Thonny Anderson no lugar de Léo Gomes para tornar o Grêmio mais agressivo. Assim, Ramiro foi recuado para a lateral direita e Cícero passou a atuar como volante. 


A mudança surtiu efeito. Com mais desenvoltura, o Grêmio passou a trocar passes no campo adversário e chegou aos três minutos, em cruzamento de Alisson para Hernane, que quase alcançou. Aos seis, outra chance: Everton aproveitou erro de passe adversário e mandou um chute que desviou na zaga e passou perto do travessão.


Apesar do maior volume ofensivo, o Grêmio seguia pecando nas conclusões. Até que Alisson foi derrubado por Janderson na área e o árbitro Márcio Coruja marcou pênalti. O capitão Maicon pegou a bola e mandou um chute forte em meia-altura para vencer Nicolas e abrir o placar.


O gol foi um duro golpe para o São Paulo, que não mostrava forças para uma reação. Os minutos finais marcaram o retorno do Arthur ao time, que voltava atuar após 98 dias fora por ter rompido os ligamentos do tornozelo esquerdo. A torcida comemorou a volta do volante e a vitória que encaminhou a classificação no Gauchão.

Fonte: Gaúcha ZH

Mais notícias desta categoria

Publicidades


Mario Junior designer