Publicidades

14/07/2018 | 13:53 | Esporte

Bélgica vence a Inglaterra e fica em terceiro lugar na Copa do Mundo

Badalada geração belga conseguiu feito histórico para sua seleção na Rússia

OLGA MALTSEVA / AFP


É da Bélgica o terceiro lugar na Copa do Mundo. Depois de eliminar o Brasil nas quartas de final e perder para a França na semifinal, a badalada geração belga conseguiu a sua melhor campanha em Copas do Mundo na Rússia ao vencer por 2 a 0 a Inglaterra na manhã deste sábado. O melhor resultado até este Mundial havia sido em 1986, quando a Bélgica ficou em quarto lugar. Agora, todos os olhares estarão na grande final entre França e Croácia, ao meio-dia deste domingo. 


Quem queria emoção para a disputa do terceiro lugar entre Bélgica e Inglaterra, logo se desanimou. O algoz do Brasil na Copa do Mundo precisou de três minutos para comemorar a bola na rede. Com o lateral Meunier ao melhor estilo centroavante, o lance começou com um tiro de meta de Courtois. Chadli desviou para Lukaku, que devolveu para o camisa 15. Com a bola cruzada na área, bastou só Meunier escorar para o gol: 1 a 0. 


Com o placar aberto e uma estrutura igual a que venceu Neymar e cia, com Lukaku pela direita e De Bruyne flutuando pelo meio, os belgas passaram a comandar a partida. Só não abriram o placar, porque Pickford brilhou. De Bruyne recebeu dentro da área, na esquerda, enquadrou o corpo e bateu colocado. A bola chegou a desviar, mas não passou pelo goleiro. 


A Inglaterra chegou realmente com perigo somente aos 22 minutos, quando Sterling recebeu lançamento em profundidade e rolou para Harry Kane, que bateu direto por cima do gol. 


O retorno para os últimos 45 minutos no Mundial para as duas seleções tinha a Inglaterra mais disposta a empatar do que a Bélgica amplicar. Aos cinco minutos, Dier Bateu na área e Stones chegava para mandar de cabeça. A zaga belga, efetiva até aqui, afastou para escanteio. Kane, o artilheiro da Copa com seis gols, quase aumentou a sua marca na Rússia. Lingard recebeu cobrança de lateral e acionou Harry Kane, que se esticou todo para mandar rumo às redes, mas a bola passou. 


A chance mais clara da Inglaterra igualar o placar aconteceu aos 24 minutos, quando Dier tabelou com Rashford e encobriu Courtois. A bola ia entrando devagarinho quando Alderweireld afastou quase em cima da linha. 


Assim, a Bélgica imprimia os seus consistentes contra-ataques com a bola de pé em pé. Aos 34, Hazard acionou De Bruyne, que abriu com Mertens e virou para a chegada de Meunier. O lateral chutou de primeira e Pickford, de novo, brilhou. O lance parecia uma anunciar o que viria dois minutos depois. 


De Bruyne, em velocidade aciona Hazar, que apareceu às costas da zaga inglesa. O camisa 10 só precisou tirar do goleiro e comemorar: 2 a 0, que trouxe a garantia do terceiro lugar e a melhor campanha belga em todas as Copas. 


Até o fim, os ingleses tentaram o empate. Mas esbarraram na zaga belga e viram a badalada geração da Bélgica ficar com a terceira colocação.

Fonte: Gaúcha ZH

Mais notícias desta categoria

Publicidades


Mario Junior designer