Publicidades

16/08/2018 | 05:47 | Esporte

Grêmio perde para o Flamengo e é eliminado da Copa do Brasil

Everton Ribeiro marcou o único gol da partida aos cinco minutos do primeiro tempo

Reginaldo Pimenta / Raw Image


Agora, só restam ao Grêmio a Libertadores e o Brasileirão. Apesar de pressionar a maior parte do tempo, o time de Renato parou em sua ineficiência ofensiva e não soube reverter a vantagem que o Flamengo havia construído logo no início da partida. 


A derrota por 1 a 0 no Maracanã evita a chegada à semifinal da Copa do Brasil e apaga o sonho do hexa, que só resta, neste momento, ao Cruzeiro, que avançou nos pênaltis contra o Santos. Se resta algum consolo, é o alívio em um calendário apertado, do qual o clube sempre reclamou.


A quatro minutos, Vitinho ergueu do lado esquerdo na direção da área, Bruno Cortez errou na bola, que atingiu o rosto de Everton Ribeiro e sobrou para Everton Ribeiro fazer 1 a 0, com um chute baixo, no canto esquerdo de Marcelo Grohe.


A partir de então, o jogo teve apenas o Grêmio como protagonista. Apesar do impacto do gol, o time soube controlar os nervos e passou a ocupar os espaços dentro do campo do Flamengo. Atacava basicamente pelo lado esquerdo, com Cortez, mas o cruzamento invariavelmente deixava a desejar.


Pela pressão de um lado só, viu-se quase a repetição do segundo tempo do jogo de ida, na Arena, apenas com as peças invertidas. Envolvido pelo controle de bola do Grêmio, o time carioca só era competente ao fechar os espaços na frente da sua área, dificultando os arremates. 


Uma imagem que pode resumir a disposição do Flamengo em evitar a progressão do Grêmio deu-se aos oito minutos. Lançado pela esquerda, Everton foi cercado por quatro marcadores. Quando a bola, enfim, escapou do controle do atacante do Grêmio, Lucas Paquetá vibrou como se fosse gol.


Em uma das raras investidas do Flamengo, o árbitro de vídeo precisou ser acionado. Em dividida com Jailson, Paquetá caiu na área e reclamou de pênalti, que, constatou-se pela imagem, não ocorreu. Eram 11 minutos. Aos 23, foi a vez do Grêmio reclamar. Ao tentar ultrapassar Paquetá, Cortez caiu na área. De novo, o VAR provou que nada houvera de irregular.

Fonte: Gaúcha ZH

Mais notícias desta categoria

Publicidades


Mario Junior designer