Publicidades

23/09/2018 | 13:22 | Esporte

De virada e com golaço de Luan, Grêmio vence Ceará na Arena

Tricolor fica atrás duas vezes, mas consegue virada no segundo tempo e fica a quatro pontos do líder São Paulo

Jogadores comemoram com Luan o gol da vitória tricolor - Lauro Alves / Agencia RBS


A caça aos líderes do Brasileirão deixou de ser apenas um discurso na Arena. Com uma vitória por 3 a 2 de virada sobre o Ceará, somado ao tropeço de sábado do São Paulo contra o América-MG, o Grêmio se coloca novamente na relação dos postulantes ao título da competição. A manhã de domingo ainda reservou um momento de redenção a Luan, que após ser vaiado no primeiro tempo, marcou um belo gol de falta para garantir os três pontos que reaproximaram o time de Renato do topo da tabela.


A "matinê" do Campeonato Brasileiro na Arena teve um início eletrizante. Nos primeiros três minutos, duas chances claras de gol, uma para cada lado. No primeiro minuto, Léo Moura fez um bom cruzamento para Everton na área. O atacante tentou o domínio, quando tinha a oportunidade de finalizar de primeira, e desperdiçou a chance.


No minuto seguinte, Calyson recebeu na área do Grêmio e perdeu o ângulo para finalizar após driblar Grohe e retribuiu o favor.


Aos 4, Thonny Anderson partiu da intermediária e arriscou o chute de frente para o gol. A bola passou ao lado esquerdo do goleiro. E apesar da pressão inicial, foi o Ceará que abriu o placar. Com 12 minutos,  Patric cobrou falta na área gremista, Maicon tentou afastar e não conseguiu. Os jogadores adversários chegaram a pedir pênalti por toque de mão, mas seguiram na jogada e Juninho Quixadá acertou um cruzamento entre Geromel e Cícero. Sozinho, Luiz Otávio errou a tentativa de cabeceio e a bola bateu em sua coxa antes de entrar no canto direito de Marcelo Grohe.


Além da desvantagem no placar, Ramiro levou cartão amarelo e está suspenso para o jogo do próximo sábado contra o Fluminense.  A pressão por buscar o empate alterou um pouco o estilo do Grêmio. O time insistiu em muitos cruzamentos. E foi em um escanteio que Geromel conseguiu furar o bloqueio adversário. 


Luan cobrou escanteio no meio da defesa e encontrou o zagueiro, que subiu mais alto que os marcadores, e cabeceou sem chances para Éverson, com 21 minutos do primeiro tempo.


Só que aos 26, outra vez a defesa gremista falhou. Arthur tocou para Juninho Quixadá chutar cruzado. Marcelo Grohe defendeu a primeira finalização, mas, no rebote, Kannemann escorregou e o centroavante do Ceará só empurrou para o fundo das redes.


A vantagem no placar parece ter afetado os nervos gremistas. Em outra desatenção, a bola parou na trave de Marcelo Grohe após Calyson desviar um chute da entrada da área. O Grêmio passou a se lançar cada vez mais apressado ao ataque. E as tentativas de cruzamento se multiplicaram.


No minuto seguinte, Calyson recebeu na área do Grêmio e perdeu o ângulo para finalizar após driblar Grohe e retribuiu o favor.


Aos 4, Thonny Anderson partiu da intermediária e arriscou o chute de frente para o gol. A bola passou ao lado esquerdo do goleiro. E apesar da pressão inicial, foi o Ceará que abriu o placar. Com 12 minutos,  Patric cobrou falta na área gremista, Maicon tentou afastar e não conseguiu. Os jogadores adversários chegaram a pedir pênalti por toque de mão, mas seguiram na jogada e Juninho Quixadá acertou um cruzamento entre Geromel e Cícero. Sozinho, Luiz Otávio errou a tentativa de cabeceio e a bola bateu em sua coxa antes de entrar no canto direito de Marcelo Grohe.


Além da desvantagem no placar, Ramiro levou cartão amarelo e está suspenso para o jogo do próximo sábado contra o Fluminense.  A pressão por buscar o empate alterou um pouco o estilo do Grêmio. O time insistiu em muitos cruzamentos. E foi em um escanteio que Geromel conseguiu furar o bloqueio adversário. 


Luan cobrou escanteio no meio da defesa e encontrou o zagueiro, que subiu mais alto que os marcadores, e cabeceou sem chances para Éverson, com 21 minutos do primeiro tempo.


Só que aos 26, outra vez a defesa gremista falhou. Arthur tocou para Juninho Quixadá chutar cruzado. Marcelo Grohe defendeu a primeira finalização, mas, no rebote, Kannemann escorregou e o centroavante do Ceará só empurrou para o fundo das redes.


A vantagem no placar parece ter afetado os nervos gremistas. Em outra desatenção, a bola parou na trave de Marcelo Grohe após Calyson desviar um chute da entrada da área. O Grêmio passou a se lançar cada vez mais apressado ao ataque. E as tentativas de cruzamento se multiplicaram.

Fonte: Gaúcha ZH

Mais notícias desta categoria

Publicidades


Mario Junior designer