Publicidades

09/10/2018 | 19:45 | Polícia

Polícia acredita que quadrilha da Região Metropolitana praticaria algum crime contra banco nas Missões

Brigada Militar/Divulgação


A Brigada Militar montou um cerco na busca por dois homens que fugiram para um matagal hoje (09) após perseguição na BR 285. Desde às 5h, policiais estão busca pelos criminosos. Um deles foi preso e foi levado à Delegacia de Santo Antônio das Missões. Ele foragido do Presídio Central de Porto Alegre e possui várias ocorrências. Na delegacia de polícia ele será autuado em flagrante e depois levado à Penitenciária Estadual de São Luiz Gonzaga. 


Segundo o capitão Eduardo Brum, a abordagem aos criminosos impediu um ataque a banco ou outra instituição financeira. “Com certeza iriam praticar um crime, pelo forte armamento que apreendemos”, disse em entrevista à Rádio Missioneira. A suspeita é que a cidade Santo Antônio das Missões possa ter sido o alvo.


Brum comemora que a abordagem rotineira de policiais do 14° BPM tenha frustrado o ataque.  O veículo Prisma, com placas de Tramandaí, foi abordado entre os trevos de São Luiz Gonzaga na BR 285. Eles não obedeceram a ordem de parada dos policiais.


Conforme o oficial, até sete pessoas podem fazer parte da quadrilha. A informação parte do número de coletes apreendidos. “Não teria porque terem colete extra. Acreditamos que há mais pessoas e carros envolvidos”, explicou. Efetivos de São Borja, Ijuí e Santo Ângelo auxiliam na busca aos criminosos. O setor de inteligência da BM gaúcha também colabora com informações para encontrar os integrantes da quadrilha.

Fonte: Rádio Missioneira

Mais notícias desta categoria

Publicidades


Mario Junior designer