Publicidades

30/10/2018 | 07:18 | Política

Transição de Eduardo Leite deve começar por ICMS e regime fiscal

Governador eleito ainda não definiu nomes para equipe mas tem assuntos urgentes a tratar com secretários do governo Sartori

Até a posse, a equipe de Eduardo Leite (PSDB) ficará instalada no Centro de Treinamento da Procergs, na zona sul da Capital - Omar Freitas / Agencia R


No primeiro dia após a vitória nas urnas, Eduardo Leite (PSDB) manteve uma agenda de entrevistas à imprensa e reuniões internas, sem detalhar como pretende conduzir a transição com a equipe do governador José Ivo Sartori (MDB). Leite ainda não definiu o tamanho do grupo que pretende formar para ter acesso às informações do governo, tampouco quem irá liderar o processo. Contudo, as prioridades serão a discussão da adesão ao regime de recuperação fiscal da União e o projeto a ser enviado à Assembleia para manter as atuais alíquotas de ICMS.


— Essas são prioridades temporais, em função do prazo, e não necessariamente uma prioridade da nova gestão. Mas é algo que precisa ser tratado logo — comenta um interlocutor do governador eleito.


O texto do pré-acordo com a União está pronto para ser assinado e o projeto do ICMS precisa ser aprovado ainda neste ano para entrar em vigor a partir de 2019. Ao reassumir o cargo na manhã desta segunda-feira (29), após a licença para a campanha, Sartori reuniu-se com o secretariado, durante almoço no salão azul do Palácio Piratini. Ele agradeceu o empenho durante a eleição e pediu continuidade nos projetos.


Mais tarde, uma reunião do núcleo duro do governo alinhou as primeiras ações para a transição. Participaram da discussão Cleber Benvegnú (Casa Civil), Josué Barbosa (Planejamento), Luiz Antônio Bins (Fazenda), Cezar Schirmer (Segurança), Ana Pellini (Meio Ambiente) e Isara Marques (Comunicação).


Durante o encontro ficou definido que um membro do grupo irá chefiar a equipe de transição, mas a ideia é esperar um contato oficial de Leite para dar início às reuniões conjuntas. A exemplos de sucessões anteriores, o estafe do tucano ficará abrigado no Centro de Treinamento da Procergs, na zona sul da Capital.

Fonte: Gaúcha ZH

Mais notícias desta categoria

Publicidades


Mario Junior designer