Publicidades

30/10/2018 | 16:33 | Educação | Três de Maio

Apae lança projeto 'Não Chore o Óleo Derramado II'

Em parceria com a Fundação Banco do Brasil, a instituição irá realizar oficinas para tratar da sensibilização sobre o reaproveitamento do óleo de cozinha e para a fabricação de sabonete

Apae Divulgação


A fim de implementar ações ambientalmente corretas e passíveis de serem reproduzidas pelo público ativo quanto ao destino adequado para o óleo utilizado nas cozinhas, a Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) de Três de Maio está realizando o projeto ‘Não Chore o Óleo Derramado II’. 


O lançamento do projeto ocorreu na terça-feira, 30 de outubro, nas dependências da instituição, e contou com a presença da direção e funcionários da Apae, da gerente geral do Banco do Brasil de Três de Maio, Josiane Almeida, e do voluntário responsável pelo projeto, José Pinzon.


Projeto visa contribuir com uma consciência de sustentabilidade ambiental e econômica de alunos e familiares da Apae


A diretora administrativa da Apae, Nadir Gabe, explica que serão realizadas oficinas com alunos com deficiência e familiares para tratar da conscientização sobre o reaproveitamento do óleo de cozinha e a parte prática – a fabricação de sabão e sabonete. “O projeto, em parceria com a Fundação Banco do Brasil, quer contribuir com uma consciência de sustentabilidade ambiental e econômica de alunos e familiares, usuários dos serviços da organização.”


Nos últimos sete anos, a Apae está desenvolvendo atividades relacionadas ao meio ambiente com o objetivo de contribuir com a preservação ambiental, com atividades que perpassam pelo cuidado da área física, fabricação de produtos com reaproveitamento de resíduos. “Na cidade, há vários locais, empresas e comércios de alimentação que utilizam o óleo, mas o destinavam ao descarte irregular. A Apae percebeu que poderia contribuir para mudar esse quadro e realizou parcerias com empresas privadas para encaminhar, de forma adequada, o óleo arrecadado. Contudo, ainda existe a necessidade de repassar o conhecimento de forma adequada aos usuários da organização”, acrescenta Nadir.


Nadir conta que, em 2016, foi articulada, por meio do projeto voluntariado Banco do Brasil, a possibilidade de reutilizar os resíduos de óleos do comércio e da comunidade com a produção de sabão caseiro, quando foram feitas atividades de sensibilização e conscientização com a comunidade e alunos das escolas municipais e estaduais de Três de Maio.


“E neste ano nós idealizamos uma nova etapa para o projeto ‘Não Chore o Óleo Derramado II’, quando iremos atingir o Objetivo de Desenvolvimento Sustentável (ODS) 12 – Consumo e Produção Responsáveis, quando serão realizadas oficinas para produzir sabão e sabonete com o óleo coletado. Estaremos contribuindo com o aprendizado de técnicas de reciclagem aos alunos com deficiência e suas famílias, criando uma possibilidade de complementação de renda”, finaliza Nadir.


Nadir também considerou que a Apae já tem uma trajetória na área ambiental, onde foram realizadas ações relacionadas a esta temática, como palestras na Semana Interamericana da Água, campanhas de coleta de óleo de cozinha para o reuso através do projeto ‘Não Chore o Óleo Derramado’ e projetos sociais de preservação e reciclagem que incluem uma área verde que a instituição vem mantendo através de podas, plantio de árvores nativas e limpeza do local.

Fonte: Assessoria de Imprensa

Mais notícias desta categoria

12/11/2018 | 14:40

Alimentação saudável

Publicidades


Mario Junior designer