Publicidades

27/03/2020 | 22:13 | Polícia

Pastor evangélico é preso por estupro de menina de 13 anos em Sapucaia do Sul

Segundo a polícia, vítima e sua família frequentavam a igreja e a casa do investigado

Pastor foi preso nesta quinta-feira - Polícia Civil / Divulgação


A Polícia Civil prendeu na tarde desta sexta-feira (27) um pastor evangélico em Sapucaia do Sul, na Região Metropolitana. Ele é suspeito de estuprar, desde 2018, uma menina de 13 anos. A vítima e sua família frequentavam, várias vezes por semana, a igreja e a própria casa do investigado.


A ação e a apuração dos fatos são coordenadas pela delegada Luciane Bertoleti. Segundo ela, foi instaurado inquérito após denúncia feita no último dia 14 pelo irmão da menina. 


O abuso sexual ocorria desde quando a vítima tinha 11 anos e eram cometidos na região do bairro Fortuna. Luciane ressalta que as famílias se conheciam e isso facilitou o acesso do pastor à jovem.


— Por isso que os encontros para a prática de estupro ocorriam na casa do suspeito e em motéis de Sapucaia do Sul — explica Luciane.


O pastou chegou a acusar um dos irmãos da vítima de ter cometido os abusos, quando a mãe da adolescente descobriu que a filha tomava pílula anticoncepcional. Ele chegou a ser expulso de casa pela família.


No entanto, o outro irmão descobriu mensagens enviadas pelo pastor para a menina. Em um dos recados, o religioso pediu para que ela não contasse nada sobre os abusos.


Os crimes foram comprovados por perícias física e psicológica. O pastor, após saber da denúncia, anunciou na internet a venda do carro e de imóveis. Para Luciane, essas medidas também são indicativos do envolvimento do suspeito no crime.


O nome do pastor não está sendo divulgado pela proximidade dele com a vítima e a família dela. Conforme o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), a divulgação destas informações poderia expor a adolescente.

Fonte: Gaúcha ZH

Mais notícias desta categoria

Publicidades


Mario Junior designer