Publicidades

23/07/2020 | 11:44 | Saúde | Três de Maio

Prefeito alerta que casos de Covid-19 tendem a aumentar se população não seguir restrições

Luana Mallmann


O avanço galopante nas internações por coronavírus em Unidades de Terapia Intensiva registrado nos últimos dias em Três de Maio fez o prefeito Altair Copatti considerar crítico o atual momento. Em entrevista à Rádio Colonial na manhã desta quinta-feira (23), Copatti afirmou que “estamos enfrentando o momento mais difícil desde o início da pandemia”.


O madatário compareceu à emissora acompanhado da Diretora de Atenção em Saúde da Secretaria Municipal da Saúde, Glaci Gauger, e da coordenadora da Vigilância Epidemiológica, Tatiane Wächter.


O município apresentava até semana passada indicadores que davam às autoridades de saúde locais uma certa tranquilidade no controle da propagação da doença. Até a última sexta-feira (17) eram 14 casos confirmados no total. No entanto, o número, de acordo com o Boletim Epidemiológico da Secretaria Municipal da Saúde de ontem, saltou para 21.


Além do aumento de novos casos, o prefeito disse que está preocupado com a gravidade dos mesmos. Nos últimos dias quatro pacientes da cidade precisaram ser encaminhados para a Unidade Regional Dom Bosco de Santa Rosa em razão do agravamento de seus quadros. Curiosamente, estes casos, segundo Copatti não são de pessoas de grupos de risco, como idosos ou com doenças preexistentes.


Altair Copatti alertou que a tendência é que o registro diário de novos casos de coronavírus aumente ainda mais nos dias que virão antes de voltarem a cair, como aconteceu em outras partes do mundo. Por isso conclamou a comunidade para que colabore com a Prefeitura adotando medidas simples como usar máscara, higienizar as mãos frequentemente, evitar tocar olhos, nariz e boca com as mãos e, principalmente, aglomerações, tanto em ambientes fechados, como ao ar livre.


O prefeito disse que vai reforçar a fiscalização para coibir aglomerações nas praças e no poliesportivo. Ele também pretende intensificar a fiscalização de bares, restaurantes e pizzarias para verificar se as medidas de prevenção ao coronavírus estão sendo cumpridas por funcionários e clientes.


De acordo com os decretos estadual e municipal, os restaurantes podem ficar abertos ao público até as 23h, mantendo distância de pelo menos dois metros entre as mesas e disponibilizando álcool em gel para os funcionários e clientes.


Também serão intensificadas ações para evitar e flagrar festas clandestinas e demais condutas de desobediência ao decreto municipal.

Fonte: Rádio Colonial

Mais notícias desta categoria

Publicidades


Mario Junior designer